(The Grim Reaper)
Ao descobrir que seu irmão Simon Williams - também conhecido como Magnus - havia sido morto durante um combate com os Vingadores, Eric Williams decidiu vingá-lo. Sem saber que a morte de Simon se devia a uma traição do perverso Barão Zemo, Eric contratou o armeiro criminoso, chamado Consertador, e pediu para que este inventasse uma foice capaz de emitir raios, induzir coma neurológico em suas vítimas e expelir vapores tóxicos. Criado por Roy Thomas em 1968, ele assumiu o nome de Ceifador e numerosas vezes atacou os Vingadores, sem, contudo, conseguir destruir nenhum dos super-heróis.


Índice: ABSobre esse projeto

(The Red Skull)
Órfão muito pobre que precisava até roubar para comer, o Caveira Vermelha era um alemão que passou a maior parte da juventude na prisão. Quando os nazistas tomaram o poder, Hitler veio visitar sua cidade. Na época, ele trabalhava como empregado de um hotel, e o Führer resolveu transformá-lo em seu agente. Depois de um longo treinamento, Hitler ordenou que ele usasse a máscara de uma caveira vermelha para representar a própria imagem do mal. A partir daquele dia. passou a ser o maior inimigo do Capitão América. Criado por Joe Simon e Jack Kirby em 1941, no final da Segunda Guerra Mundial, numa luta contra o Capitão América, ele ficou soterrado. Um gás que estava sendo desenvolvido pelos nazistas se espalhou onde o vilão estava, induzindo-o a um estado de sono cataléptico. O caveira permaneceu assim por décadas, até que a organização criminosa lMA (veja IMA) o descobriu e o trouxe de volta à vida. O criminoso não envelheceu durante o tempo todo que permaneceu sob o efeito do gás.


Índice: ABSobre esse projeto

(The Black Knight)
Excelente espadachim e exímio cavaleiro, Dane Whitman é o terceiro Cavaleiro Negro da Marvel. O segundo foi seu tio que, às portas da morte e arrependido por todo o mal que havia praticado, fez Dane jurar que usaria todo o seu armamento para o bem, procurando remediar os crimes que ele havia cometido. Tempos depois, ao visitar o castelo do já falecido tio, Whitman manteve um contato místico com o primeiro Cavaleiro Negro da corte do Rei Arthur, e recebeu dele a espada mágica de Ébano. Transformado em herói, Dane participou, com os Vingadores, de inúmeras batalhas. Criado por Roy Thomas em 1967, seu cavalo chama-se Aragorn. É um garanhão branco que desenvolveu asas através de experimentos biológicos feitos por Whitman.


Índice: ABSobre esse projeto

(um dia preciso contar a história de como Réquiem chegou até a mim, antes até dos fãs americanos)(dica: tenho muito à agredecer à Pablo Miyazawa por isso)

Fila cheia, chamo senha preferencial. Um reclama
- Tô duas horas aqui, passaram três na minha frente, o que eu faço?
- Aguarde tua vez.
Burburinhos de "vixi" no fundo.

(No caso acima, quando atendi, descobri que tinha direito à nada. Entendeu regras de benefícios errado (aka "do jeito que ele quis") e/ou ouviu boatos. Foi intelijente o suficiente para não checar as informações e insistir numa agência lotada em dia sobrecarregado ¯\_㋡_/¯)


Toscão nas cadeiras:
- Só eu achei q ia vir aqui ver benefício.
- O bairro inteiro vem aqui atras desse benefício. E de outros também. todos os dias. E mais um tanto de gente quando surge boato.
Voadora dada, ficou quieto até ser chamado e atendido.


Cliente apresenta habilitação vencida ano retrasado, com RG todo esbagaçado emitido duas décadas antes.
- Não posso receber por causa disso.
- Exato.
- Mas isso eh uma pouca vergonha!
- Também acho, viu?.
Afinal, teve dois anos para arrumar documento e não teve vergonha disso...


- Como faz pra trabalhar aqui?
- Concurso.
- Ai, sou doida pra trabalhar no banco...
- Tem de ser.


Nota: "senzalândia" é uma coleção de pequenas cenas e abobrinhas, com um tico de maquiagem às vezes, que acontecem no meu emprego, nada carinhosamente apelidado, elementar, de "senzala" :P


Senzalândia 2016
20102011-20132014201536: problema dos papel

Achei esse vídeo foda, dica da @cristinaeiko

(Moon Knight)
Quando o mercenário Marc Spector rebelou-se contra o líder de seu bando, Roald Bushman, por seus atos de crueldade, ele foi abandonado no deserto para morrer. Depois de muito caminhar, Spector desfaleceu próximo de uma escavação arqueológica. Levado até um abrigo pelos trabalhadores do local, o mercenário estava sofrendo de tal exaustão pelo calor, que seu coração parou de bater por quase um minuto. Dado como morto por quem estava no local, subitamente ele voltou à vida. Impressionado com o acontecimento, Marc atribuiu sua "ressurreição" à estátua de Khonshu, o deus egípcio da lua, que se encontrava a sua frente. Vestindo a capa do ídolo, ele se declarou o cavaleiro vingador da lua. Após destruir Bushman, Marc Spector partiu para a América. Meses mais tarde, ele empregou seu amigo, o Francês, para se infiltrar numa organização criminosa chamada Comitê, com o propósito de investigar seus negócios no submundo. Combatendo a organização, o Cavaleiro da Lua conseguiu pôr fim a suas operações criminosas. Pouco depois. ele adotou a identidade do milionário Steven Grant e conseguiu transformar numa fortuna o dinheiro que tinha conseguido como mercenário, aplicando-o na bolsa de valores. Para investigar o submundo, ele adotou uma quarta identidade, a de um motorista de táxi chamado Jake Lockley. Apesar de não possuir superforça, o Cavaleiro da Lua é um atleta de nível olímpico. Como armas. ele usa um bastão prateado e dardos na forma de uma lua, afiados o bastante para cortar cabos de alta tensão a dez metros de distância.


Índice: ABSobre esse projeto

(Diamondback)
Criado por Archie Goodwin em 1962, Willis Stryker era um criminoso do Harlem de Nova Iorque e melhor amigo de Luke Cage, até que se afundou de vez nos negócios ilícitos e Cage decidiu separar-se dele. Apaixonados pela mesma mulher, Reva, Stryker perdeu-a para Luke, o que o deixou furioso. Seu ódio chegou a tal ponto, que ele preparou uma armadilha para incriminar o ex-amigo por tráfico de drogas (veja Luke Cage). Com a prisão de Cage, Willis conquistou Reva. Um dia, porém, quando fugia de criminosos, ele usou-a para proteger-se de uma rajada de metralhadora e a moça morreu. Tempos depois, o vilão assumiu a identidade de Cascavel e tornou-se líder de uma quadrilha, até ser morto durante um combate com Luke Cage.


Índice: ABSobre esse projeto

(The Carrion)
Clone (indivíduo que se origina de outro por divisão) deteriorado de Miles Warren, professor de biologia de Peter Parker (veja Chacal), o Carniça possuía força descomunal, poder de telepatia, teleportação, levitação e habilidade de repelir matéria orgânica ao toca-la. Seu maior desejo era vingar a morte de Warren, destruindo o Homem-Aranha. Criado por Bill Mantlo em 1978, o vilão desenvolveu uma substância ácida que denominou pó vermelho, mas foi morto por um clone amebóide do Aranha.


Índice: ABSobre esse projeto

(Captain Stacy)
Capitão de polícia aposentado, George Stacy era o pai de Gwen, antiga namorada de Peter Parker. Homem de grande influência nos meios políticos, ele foi morto durante uma luta entre o Homem-Aranha e o Dr. Octopus, ao salvar uma criança de ser soterrada. Criado em 1967 por Stan Lee, Stacy foi uma das únicas pessoas a descobrir a identidade secreta do Aranha.


Índice: ABSobre esse projeto

(Captain Mar-Vell)
Criado por Stan Lee em 1968, Mar-Vell era um guerreiro do planeta Kree, enviado à Terra com alguns conterrâneos seus, para uma delicada missão: preparar o terreno para que nosso planeta fosse invadido e destruído. Mar-Vell, contudo, acabou por gostar da raça humana e rebelou-se contra seu próprio povo. Seu maior inimigo era o coronel Yon-Rogg, chefe da expedição ao nosso planeta. Enciumado por não possuir o amor da doutora Una, amada do Capitão, Rogg provocou a morte da moça e, logo a seguir, transformou Mar-Vell em um fora-da-lei perseguido por homens de todas as raças. Contudo, não passou muito tempo e a Suprema Inteligência Kree (veja Suprema Inteligência) reconheceu sua bravura e declarou-o como herói, condecorando o guerreiro com um novo uniforme. O destino, porém, não foi generoso com o Capitão. Não passou muito tempo e um acidente lançou-o na terrível dimensão negra, conhecida como Zona Negativa, de onde ele só pode sair durante três horas, trocando de átomos com Rick Jones (veja Rick Jones). Desde então, Mar-Vell, ou Marvel, como passou a ser chamado na Terra, começou a defender o planeta que escolheu como segundo lar. Sua vida transcorria de forma regular, até que o misterioso ser de nome Eon (veja Eon), concedeu-lhe consciência cósmica. Na metamorfose física, mental e espiritual que sofreu, o jovem guerreiro passou a ter cabelo amarelo, ao invés de branco, e tornou-se o Protetor do Universo.


Índice: ABSobre esse projeto

O que é: Maxwell the Magic Cat foi uma tira semanal escrita e **desenhada** pelo escritor Alan Moore no início de carreira. Apesar de a princípio ter sido feita para o público infantil, o barbudo de Northampton as fez sob o pseudônimo de Jill de Ray, um trocadilho para Gilles de Rais, um nobre francês executado por ter assassinado 140 crianças mais de quinhentos anos atrás.
Na segunda metade dos anos 80 a editora Acme Press compilou as tiras em 4 revistas preto e branco, com alguns extras e são estas revistas que vou apresentar aqui.

Por que me interessou: além do fato de ser material do Moore (bem diferente do que ele produz), são tirinhas, uma forma de quadrinhos que ando brincando - as famosas "tirinhas que ninguém lê" :P - quem sabe não me aparece aí idéias para me inspirar ou copiar descaradamente? ;p
Dito isso, queria dizer que vergonhosamente ainda não li os quatro volumes, apenas "passeei" por eles (meu inglês é meia boca e meu tempo livre para leitura anda menos que isso =_=) e parei obrigatoriamente em várias tiras que se destacaram por serem diferentes (geniais) do usual nesse formato, e são algumas dessas que vou enfatizar aqui. Os mais especialistas no Moore estão convidados a apontar outras características que deixei passar por pura cabacice no tema.

Bom, falei demais, vamos às imagens bonitas, mas antes, um aviso que todo colecionador tem de ter em mente:


As quatro capas (cliquem nas imagens para ampliá-las^^)

Todas as capas internas tem esse padrão de miniaturas do Maxwell:






Acima, o barbudão admitindo que tem preguiça em desenhar :P



metalinguagem: "bom, agora você sabe como uma tirinha se parece do lado de trás..."



"tiras infantis" :P



mais metalinguagem, sendo que considero a tira de baixo muito genial

No "Alan Moore's on writing for Comics", ele diz algo que podia muito bem ser ilustrado por essa tira:
"Melhor que apropriar-se de similaridades superficiais entre quadrinhos e filmes ou quadrinhos e livros na esperança de que a respeitabilidade e o prestígio dessas linguagens venham purificar-nos, não seria mais construtivo concentrar nossa atenção nas áreas onde os quadrinhos são essenciais e únicos? Não seria melhor que, ao invés de persistir em técnicas de filmes que os quadrinhos podem reproduzir, tentássemos talvez considerar as técnicas de quadrinhos que os filmes não podem reproduzir?"
P.S.: aposto que o dono do Maxwell também desenvolveu alergia ao século XXI :P

E, finalmente, as capas traseiras dos volumes - me desculpem ter feito uma apresentação tão breve =_= ("tantos meses fazendo esse texto pra mostrar só isso, mushi?")

Ah, sim:








os extras das edições, além de textos introdutórios, tem diversas artes, inclusive de medalhões como Dave Gibbons, Bryan Talbot, Kevin O'Neill, David Lloyd, etc....

Para quem se interessar pro material, dois avisos:
• a) as edições 1 à 3 são relativamente fáceis de achar, volta e meia elas pipocam no ebay.uk. Já a #4 parece ser a figurinha rara da coleção (até em torrents....) e só consegui a minha com sorte, apareceu um pacotão com todas e mais coisas num leilão que ia ser revertido para um hospital britânico.
Eu sei que a tradução não é essa, mas ainda acho graça ter recebido um envelope do "hospício de São Pedro" :P


(e agora que me toquei que comprei os gibis antes do Brexit, com a libra na alta ¬¬''')
• b) como dá para inferir acima, tenho as edições 1 à 3 sobrando e faço negócios X)

E é isso, espero que tenham gostado :)

Nota: texto adaptado de uma postagem minha de fórum, o original está aqui.^^

Mesmo com olimpíadas aqui (que pra mim não tem a mesma graça que copa do mundo, lamento), as ruas continuam falando:


06ago16 - um adesivo discreto num ponto de ônibus da avenida Paulista


PS: graça ou não, eu e namorada decidimos colecionar as moedas olímpicas de um real :)


02fev15 - em algum lugar entre Barra Funda, Pompéia e afins


(e alguém souber precisar que rua é, me avise por twitter ou comentários :P)

(Captain Britain)
Brian Braddock era um estudante de física, estagiando no Centro de Pesquisas Darkmoor, na Inglaterra, quando um criminoso atacou o local no intuito de roubar os segredos ali contidos. Apavorado, Brian fugiu do laboratório com sua motocicleta, mas despencou de um barranco, ficando estirado no chão, à beira da morte. De repente, ele teve uma visão: o mago Merlin e uma deusa apareceram e lhe disseram para escolher um dos objetos místicos que colocaram a sua frente: o amuleto da justiça ou a espada do poder. Braddock escolheu o amuleto e foi instantaneamente bombardeado com energia mística, que o dotou de super-força e grande resistência física. Os dois espíritos decretaram, então, que ele deveria ser o campeão da Inglaterra. Após vesti-lo com um uniforme simbólico, eles lhe deram um cetro místico para melhorar ainda mais suas habilidades de luta.


Índice: ABSobre esse projeto

Archives
August 2016July 2016June 2016May 2016April 2016March 2016February 2016January 2016December 2015November 2015October 2015September 2015August 2015July 2015June 2015May 2015April 2015March 2015February 2015January 2015December 2014November 2014October 2014September 2014August 2014July 2014June 2014May 2014April 2014March 2014February 2014January 2014December 2013November 2013October 2013September 2013August 2013July 2013June 2013May 2013April 2013March 2013February 2013January 2013December 2012November 2012October 2012September 2012August 2012July 2012June 2012May 2012April 2012March 2012February 2012January 2012December 2011November 2011October 2011September 2011August 2011July 2011June 2011May 2011April 2011March 2011February 2011January 2011December 2010November 2010October 2010September 2010August 2010July 2010June 2010May 2010April 2010March 2010February 2010January 2010December 2009November 2009October 2009September 2009August 2009July 2009June 2009May 2009April 2009March 2009February 2009January 2009December 2008November 2008October 2008September 2008August 2008July 2008June 2008May 2008April 2008March 2008February 2008January 2008December 2007November 2007October 2007September 2007August 2007July 2007June 2007May 2007April 2007March 2007February 2007January 2007December 2006November 2006October 2006September 2006August 2006July 2006June 2006May 2006April 2006March 2006February 2006January 2006December 2005November 2005October 2005September 2005August 2005July 2005June 2005May 2005April 2005March 2005February 2005January 2005December 2004November 2004October 2004September 2004August 2004July 2004June 2004May 2004April 2004March 2004February 2004January 2004December 2003November 2003October 2003September 2003August 2003July 2003June 2003May 2003April 2003March 2003February 2003January 2003December 2002November 2002October 2002September 2002August 2002July 2002June 2002May 2002April 2002March 2002February 2002January 2002December 2001November 2001October 2001September 2001August 2001