Confesso que depois de ler dois livros ruinzinhos em sequência, meu ritmo de leitura caiu abissalmente, melhor falar disso em outra ocasião. Por outro lado, desde o último relatório tive abono e décimo terceiro, mais black friday e feira da USP. Com excedente sazonal de dinheiro e época propícia para gasta-lo, foi impossível não investir em gibis e livros (desintegrando a regra "comprar um livro a cada livro lido"). Regras não podem travar oportunidades.

Ultimas leituras:
Hahahaha, livros são para ler?



Compras mais recentes:
Ficção de Polpa: aventura!, organizado por Samir Machado. O pessoal mais antigo do blog deve se lembrar (se existir alguém que lê aqui & que se lembra do que escrevo)(fora o bot do Google) que já comprei os outros livros dessa série de contos, e que até li um deles - gostei, mas fiquei eternamente devendo resenha. Então, peguei mais esse para completar a coleção com essas capas retrô e texto bicolunado que tem todo um charme especial :) Ah sim, tem textos e arte de conhecidos meu da internet: Simone Saueressig, que fez textos que ilustrei pro projeto Quotidianos e uma arte de Róger Goulart, que me segue no twitter ^^
Beowulf (uma tradução comentada); Ferreiro de Bosque Grande; Roverandom; A Queda de Artur; e Os Filhos de Húrin, por J. R. R. Tolkien. Eu tava na feira da USP e estes lindinhos todos estavam em promoção. Como não compra-los?
Contos de Hans Christian Andersen. Se há uma trindade com os autores de contos de fada, Andersen está nela com os irmãos Grimm e Perrault: Pequena Sereia, Patinho Feio e outros são obras dele. Portanto, obrigatório para se conhecer XD (E essa edição caprichada foi uma boa surpresa. Como namorada falou "e eu achava que as Paulinas só publicassem livros católicos").
(pergunta solta: Alice no País das Maravilhas é um conto de fadas?)
Lugar Nenhum, Deuses Americanos, Os Filhos de Anansi, de Neil Gaiman. É o autor de Sandman, pô! Vamos ver se ele escreve bem? (apesar que como quadrinhista o seu ponto alto foi mesmo no personagem que o deixou famoso).
Labirinto, por A.C.H. Smith. Comprei por que tenho boas lembranças do filme (que vi no cinema....) e por causa de uma boa resenha. Vamos ver...
Dados & Homens, de David M. Ewalt. Uma história do jogo de RPG Dungeons & Dragons. Achei interessante, mais um pra categoria "vamos ver..." X)


23jan16 - Mansão dos Vingadores...



...onde Tony Stark, o Homem de Ferro, repentinamente nota que estranhos infiltrados entre eles!!



Batman, ainda meio chapado por causa da viagem além das portas da percepção, tenta agir como nada de estranho estivesse acontecendo :P


Fotos tiradas na Paulista, pra variar. Por sinal, amo esses produtos falsificados. Ainda quero uma camiseta igual a essa que vi na internet:


Melhor formação do grupo!







01dez11 - patas de gatinha :3


Saudades desse nariz pintado de rosa, esses dedos aleatoriamente tingidos de preto ou branco....

Sobre essa série de fotos, leia aqui. Não sinto que a reverei, mas o link com os dados sobre o sumiço dela é esse: http://quadr.in/milla (vai que....)

(Doctor Petrie)
Renomado químico e companheiro de Sir Denis (veja Denis Nayland Smith) na luta contra Fu Manchu, o Dr. Petrie foi raptado pelo mandarim chinês e substituído por um andróide feito a sua imagem, para servir como teste de lealdade a Shang Chi (veja Mestre do Kung Fu). Criado pelo escritor inglês Sax Rohmer, mais tarde, Shang Chi e Sir Denis descobriram-no vivo e sofrendo torturas no laboratório do vilão chinês. Salvo pelos companheiros, Petrie passou a combater Fu Manchu novamente. Porém, sem que ninguém soubesse, o mandarim havia feito uma lavagem cerebral no pobre homem, para que este agisse como seu agente em meio ao serviço secreto inglês. Felizmente, o plano foi descoberto antes de ter consequências drásticas e Petrie foi submetido a uma ampla terapia de descondicionamento. Até o momento, porém, ele ainda não está de posse de sua plena capacidade mental.


Índice: ABCSobre esse projeto

Eu tardo, mas não falho. Mas relevem, estou dando prioridade à confecção das próximas tiras (que mesmo assim demorarão para sair .-.)

Para quem não sabe, toki pona é uma língua inventada com cerca de 120 palavras. Clique na imagem abaixo para saber mais, e/ou nas poucas lições que traduzi. ^^


1) Introdução
2) Pronúncia
3) Sentenças básicas
4) Objeto direto, sentenças compostas
5) Adjetivos, advérbios

(Doctor Noah Burnstein)
O Dr. Burnstein foi o responsável pela experiência que transformou o presidiário Luke Cage em um homem de força descomunal e pele invulnerável. Criado em 1972 por Archie Goodwin, ele atualmente mantêm um consultório em Nova Iorque, juntamente com a doutora Claire Temple, atual namorada do herói de aluguel.


Índice: ABCSobre esse projeto

(Doctor Faustus)
Psicólogo criminoso e verdadeiro líder por trás da Força Nacional (veja Força Nacional), Edward Marlowe já tentou inúmeras vezes usar seus conhecimentos da mente humana para derrotar o Capitão América, Homem-Aranha e outros super-heróis.Ele foi o responsável pelo retorno de Peggy Carter, primeiro amor do Capitão América, desaparecida desde o fim do confronto mundial e, indiretamente, foi o causador da morte da irmã de Peggy, Sharon Carter (veja Sharon Carter). Atualmente, seu paradeiro é desconhecido.


Índice: ABCSobre esse projeto

Antes de voltar a narrar (e confiar na minha memória), fotos de guaraná e yakult comprados no Japão x)


embaixo, mais moedas para comprar mais tranqueiras :D

O refrigerante comprei numa lanchonete de comida brasileira, com um nome que há alguns anos não inspira boas coisas: Tucano's Grill:


se um dia voltar, perguntarei se tem coxinha lá

...que fica bem perto do meu hotel, junto à Yodobashi Kamera de Akihabara.
Mas, tirando o refri, não comi nada lá não, meio que por vergonha, meio que por pãodurice mesmo, sem preconceito com tucanos - tenho até amigos que são. Descobri o estabelecimento no primeiro dia de explorações da vizinhança, quando quase me perdi: virei uma rua errada errada, não soube me localizar. Por sorte, achei um mapa na rua e estou aqui para contar a história para vocês, em vez de cair na base secreta de algum supervilão que invoca monstros gigantes.


hábito saudável em viagens: tire fotos dos pontos de referência para se localizar. Tipo mapas :P

Já o yakult comprei numa máquina de refrigerante, e a anta aqui não guardou a embalagem de souvenir, ao contrário do guaraná, que é o mesmo feito no Brasil, só que exportado com latinha diferenciada em nihongo. Mas o treco com lactovbacilos vivos tem o sabor diferente, talvez leve menos açúcar que o yakult brasileiro.


Por sinal, a fanta uva japonesa também é menos doce.
E acho que a alemã também, mas isso é pra falar em outra sequência de postagens :P

Finalizando o tema, quando me perguntam o que mais sinto falta dos meus poucos dias de Japão, além do infinito desfile de japonesas, eram as máquinas de refrigerante. Sério, era impossível andar cem metros de rua sem encontrar uma, ou mais provável ainda, uma fila delas:



Onipresentes, elas movimentando a moeda local - ou as moedas, no sentido físico da palavra. Como disse antes, ao contrário de brasileiro, japonês não tem nojinho de moedas (problema cultural nosso: os anos inflacionários mataram o valor psicológico de nossos centavos, mesmo quando valiam alguma coisa) e as usam constantemente :P.






As máquinas tem os mais diversos produtos, misturados sem preconceito de cor, sabor, marca ou conteúdo: refrigerantes, sucos em lata, café frio (e amargo)(a marca que eu mais via comerciais, Boss, usa o Tommy Lee Jones como o principal garoto propaganda XD), e qualquer coisa que possa ser consumida de forma líquida. Duvido que existam duas máquinas com o mesmo conteúdo :P Tanto que só vi Yakult uma vez só, e eu era viciado num suco de uva com pedaços (semelhante ao "Bon Bon", coreano, que se vende na Liberdade), andava várias máquinas metros até encontrar e gastar mais algumas moedinhas :)

Europa 2012
antes de tudo (I)antes de tudo (II) e dali eu passei X)Finalmente em Berlim, mas... vamos falar do metrô? -_-'Berlin, AlexanderplatzIntervalinhocontroladamente perdido.até a Ilha dos Museus (e não entrar lá :P)Back in the DDREntre a ilha e o portão

Japão 2011
Antes: sRViajo ou não viajo pro Japão?Prova do crimePreparação de viagemparte 0
29/04: parte 1parte 2
30/04: parte 3parte 4parte 5parte 5½Sobre namorar japonesas no Japão...
01/05: parte 6parte 6 tão esperando ainda?parte 7parte 8parte 9


Também viajei mas não falei muito ainda: Peru 2014Europa 2015

(Doctor Strange)
Stephen Strange era um brilhante, ambicioso e arrogante neurocirurgião, cuja carreira foi tragicamente interrompida por um acidente de automóvel - ele teve alguns nervos danificados que o impediram para sempre de segurar, com firmeza, um bisturi. Arrasado psicologicamente, ele se tornou um alcoólatra. Certo dia, Strange ouviu falar de um sábio que vivia no Tibete, conhecido pelo nome de Ancião (veja Ancião), que supostamente era capaz de realizar verdadeiros milagres. Vendo o místico como a única esperança de recuperar sua capacidade cirúrgica perdida, Stephen foi até as montanhas do Himalaia. Com muita dificuldade, ele conseguiu encontrar a caverna onde o Ancião habitava. Permanecendo alguns dias no local, o ex-cirurgião descobriu que um aluno do mestre tibetano, Barão Mordo (veja Barão Mordo), estava planejando assassinar o místico. Tentando avisar o Ancião da terrível traição, Stephen foi descoberto por Mordo, que, com um feitiço, imobilizou-o. Strange foi libertado pelo Ancião que disse já ter conhecimento das intenções do Barão. Penetrando na alma do médico, o mestre viu nela um grande poder e um enorme potencial para realizar o bem. Dessa forma, o Ancião fez de Strange seu discípulo e ensinou-lhe todos os segredos da magia. Quando retornou à América, o ex-médico assumiu o título de Doutor Estranho e se estabeleceu em uma antiga mansão - que denominou de Santuário - e passou a defender o mundo de toda e qualquer ameaça mística. Criado por Stan Lee em 1963, em uma de suas idas a terrível dimensão de Dormammu para combater o vilão, o mago foi auxiliado pela sobrinha do demônio, Clea (veja Clea). Quando o monstro foi vencido, ambos retornaram a Terra. A jovem passou a morar com o mestre místico, tornando-se sua discípula e namorada. Mais tarde, após enfrentar a ameaça de Shumma Gorath (veja Shumma Gorath), que resultou na morte física de seu mentor, o Ancião, Stephen Strange passou a ser o Mago Supremo do Universo. Além de poderes místicos, o Dr. Estranho dispõe de uma capa de levitação, que o permite flutuar e voar a uma velocidade moderada; o Olho de Agamotto, um amuleto que o capacita a penetrar na alma de um homem; e o Globo de Agamotto, uma espécie de bola de cristal, repleta de energias místicas, que o permite vigiar constantemente a ação das forças malignas do Universo. Ao lado de Clea e Wong, seu fiel criado, Stephen Strange vive em seu santuário como um dos seres mais incomuns do planeta Terra.


Índice: ABCSobre esse projeto

Um dia sábado desses fui fazer compras de livros e gibis, e quando cheguei percebi a coincidência nas cores das sacolas plásticas:


23out16 - imagem com alguma edição por que o mundo nunca fica assim 100% organizado :P

E considerando que sacolas plásticas só servem pra transportar compras e, depois, lixo, acho que é bem simbólico pro estado atual da nossa república.

(Doctor Druid)
Anthony Druid formou-se em Medicina na Universidade de Harvard e, logo a seguir, foi estudar Psiquiatria. Depois de exercer a profissão de psiquiatra por vários anos, ele decidiu retirar-se para devotar todo o seu tempo ao estudo do ocultismo. No meio de suas pesquisas para escrever um livro sobre magia, Anthony foi chamado por um lama tibetano, aparentemente necessitando de ajuda médica. O lama fez o jovem passar por uma série de testes místicos - sem que este soubesse - para certificar-se de seu valor espiritual. Achando-o preparado para penetrar nos profundos mistérios do misticismo, ele colocou Druid em contato com os poderes sobrenaturais latentes em sua mente e ensinou-o a dominar certas artes mágicas. Ele assumiu o nome de Doutor Druida em homenagem à antiga e mística raça dos druidas.


Índice: ABCSobre esse projeto

(Doctor Doom)
Victor von Doom nasceu no reino da Latvéria, filho de um curandeiro cigano e de uma bruxa. Quando ainda era bem jovem, seus pais foram caçados por autoridades latverianas e condenados à morte. Entregue aos cuidados de Boris, um amigo da família, o pequeno Doom soube que seus pais haviam lhe deixado, como herança, duas caixas: uma, contendo ervas e medicamentos, e outra com alguns artefatos mágicos. Aprendendo a fazer uso dos objetos místicos, o rapaz começou a viajar pelo país realizando "milagres" alquímicos. Certo dia, o reitor de Ciências de uma universidade dos Estados Unidos tomou conhecimento da reputação do jovem e ofereceu-lhe uma bolsa de estudos. Viajando para a América, von Doom ficou conhecendo o então universitário Reed Richards (veja Senhor Fantástico). Não muito tempo depois, o jovem latveriano estava testando um invento seu para viajar entre as dimensões e salvar sua falecida mãe - que ele acreditava estar presa em alguma região demoníaca quando Reed lhe fez uma visita. Examinando as anotações do jovem cientista, Richards percebeu um erro no esquema do aparelho. Ele avisou Doom, mas este, ofendido, expulsou-o do compartimento e prosseguiu com os testes. Defeituosa, a máquina explodiu, ferindo o rapaz. Doom foi expulso da faculdade por realizar experimentos perigosos em segredo. Isso o deixou furioso e ele passou a culpar Reed pelo fracasso do aparelho. Seu rosto, deformado pelo acidente, quase o levou à loucura. Enfurecido, ele abandonou a América e partiu para as montanhas do Tibete, buscando afastar-se dos homens e obter conhecimentos sobre magia oriental. Descoberto por uma ordem de monges, Doom viveu entre os místicos por vários anos, aprendendo todos os seus segredos, até adquirir o titulo de "mestre". Os monges o ajudaram a construir uma armadura de metal e uma máscara, após o que, já assumindo o nome de Doutor Doom, ele retornou à Latvéria para realizar seus planos de conquista e vingança pela morte dos pais. Em pouco tempo, Doom depôs o monarca e passou a ser o soberano absoluto do reino. Criado por Stan Lee em 1962, desde então, o grande vilão latveriano tem vivido com três objetivos básicos: destruir Reed Richards, dominar o mundo e salvar sua mãe da região infernal onde ela, de acordo com suas suposições, se encontra.


Índice: ABCSobre esse projeto


28jan16 - perto do metrô Santa Cruz

Sei lá que grana é essa que mereceu ser escrita no cimento da calçada, mas eu quero :D

(Dormammu)
Ser de forma humanóide e possuidor de grandes poderes místicos (tão grandes que os bruxos costumam invocar seu nome para obter energia extra em seus feitiços), Dormammu é o regente absoluto de seu mundo extradimensional, cujo acesso pode se dar pelo planeta Terra. Embora suas atividades e tentativas de transformar nosso Universo em uma dimensão negra sejam conhecidas por alguns terrestres, ninguém sabe dizer qual é a sua origem. De qualquer forma, o fato de seus parentes possuírem aparência de seres humanos comuns - sua irmã, Umar (veja Umar) e sua sobrinha, Clea (veja Clea) - indica que, em alguma época, ele também deve ter possuído feições humanas. Criado em 1964 por Stan Lee, Dormammu é, sem dúvida, o maior inimigo que o Dr. Estranho já enfrentou até hoje.


Índice: ABCSobre esse projeto

(Dorma)
Pertencente à nobreza real da Atlântida, Lady Dorma é a amada do príncipe submarino, prometida a ele desde sua infância. Sua maior virtude é amparar Namor em todas as situações difíceis e aplacar a terrível ira que frequentemente domina o monarca dos sete mares.


Índice: ABCSobre esse projeto

Archives
December 2016November 2016October 2016September 2016August 2016July 2016June 2016May 2016April 2016March 2016February 2016January 2016December 2015November 2015October 2015September 2015August 2015July 2015June 2015May 2015April 2015March 2015February 2015January 2015December 2014November 2014October 2014September 2014August 2014July 2014June 2014May 2014April 2014March 2014February 2014January 2014December 2013November 2013October 2013September 2013August 2013July 2013June 2013May 2013April 2013March 2013February 2013January 2013December 2012November 2012October 2012September 2012August 2012July 2012June 2012May 2012April 2012March 2012February 2012January 2012December 2011November 2011October 2011September 2011August 2011July 2011June 2011May 2011April 2011March 2011February 2011January 2011December 2010November 2010October 2010September 2010August 2010July 2010June 2010May 2010April 2010March 2010February 2010January 2010December 2009November 2009October 2009September 2009August 2009July 2009June 2009May 2009April 2009March 2009February 2009January 2009December 2008November 2008October 2008September 2008August 2008July 2008June 2008May 2008April 2008March 2008February 2008January 2008December 2007November 2007October 2007September 2007August 2007July 2007June 2007May 2007April 2007March 2007February 2007January 2007December 2006November 2006October 2006September 2006August 2006July 2006June 2006May 2006April 2006March 2006February 2006January 2006December 2005November 2005October 2005September 2005August 2005July 2005June 2005May 2005April 2005March 2005February 2005January 2005December 2004November 2004October 2004September 2004August 2004July 2004June 2004May 2004April 2004March 2004February 2004January 2004December 2003November 2003October 2003September 2003August 2003July 2003June 2003May 2003April 2003March 2003February 2003January 2003December 2002November 2002October 2002September 2002August 2002July 2002June 2002May 2002April 2002March 2002February 2002January 2002December 2001November 2001October 2001September 2001August 2001